sábado, 15 de novembro de 2008

Fracasso Metalingüístico

1. (Valor) Atrocidades de preciosismo estético que destroçam momentos e situações valiosas que se tornarão memoráveis por esse motivo; e
2. (Fato) Ato estúpido e involuntário.

***

Apenas alguns centímetros separavam os dois lábios, junto com o ar quente que saía de ambos os narizes, que, a essa altura, já estavam perdidos, sem saber onde se encaixar. Ele estava começando sua carreira como professor de inglês. Ela gostava dele, ainda que fosse o primeiro encontro. Estavam finalmente a sós. Ele aproxima ainda mais o rosto. Ela o segura pelos cabelos, cola os lábios na orelha, beija-a, e lhe sussurra:
- Me ensina inglês...
Sem resistir, os lábios se encontram. Misturam-se. Um se acha no outro. Ela sentia tudo com enorme paixão e algo bom assim ela já não experimentava havia muito tempo. Surpreende-se quando ele afasta um pouco o rosto.
- Ok, that's a tongue. Now repeat with me.

3 comentários:

Engel disse...

Hm...
Isso deve ficar curioso lá pela 5ª lição...

Excelente texto.

Matteo Ciacchi disse...

DAWHDOAIWUHDOAI WUHOIAUWHDIOAUWDOH PAWOIH APWODIHAWDAODIAUWDHPAWIH APWDI HAWDUAWD OIUAWHDO IAUW HPAWDIAWDPOAWHDPAIWHDA


imaginei Ribamar indo pro quadro escrever "tongue" no IPA

Ingrid #) disse...

Hm...
Isso deve ficar curioso lá pela 5ª lição...
[2]

heheh